A SALA DAS PEGAS (a propósito de Um Auto de Gil Vicente)

"Cuida que é a sala das Pegas ali dentro! Pois esta não há-de ser palreira, que capaz sou eu de me comer a língua se me ela comer muito — com a sua comichão costumada." (Pêro Sáfio)(pormenor do tecto da Sala das Pegas no Palácio Nacional de Sintra)

A SALA DAS PEGAS (a lenda)

Sendo encontrado D. João I por sua esposa beijando uma das suas damas, porque o fazia por sincera amizade, e não por criminoso amor, respondeu à rainha agastada, que tinha sido por bem e mandou edificar uma sala, cujo tecto é pintado de pegas, para que esta ave como faladora apregoasse a sua inocência, e a pureza injustamente manchada daquela donzela.

No tecto da Sala estão pintadas 136 pegas, tantas quantas as damas da corte, cada uma com uma rosa e um bilhete no bico, onde se lê "Por bem".

Um comentário:

Maria, Simplesmente disse...

Nunca se sabe o que está para além do que vemos, por isso é bom não falar sem ter a certeza do que dizemos.
Se foi com inocência esse beijo, ainda bem que alguém nele falou, pois deu-nos a possibilidade de ficar com uma obra de arte lindíssima, se não foi... as pinturas estão lá e enriqueceram o palácio para nosso encanto, pois é uma maravilha contemplar aquele tecto e pensar no significado.
Um beijo... é sempre por bem.