o meu amor é glandular , Mafalda Gomes


da charcutaria
eu não faço fiambre de memória
estou a encher chouriços onde me deixaste

do coração é que não
o meu amor é glandular
e o teu é perpendicular relativamente ao eixo da minha secreção


entornaste vinho no meu regaço
cachos de uvas numa videira como amantes numa forca
têm em comum a gravidade

digestão
triste é fechar os olhos para não te receber pela boca que poderia
engolir a praia inteira se cá estivesses

 Ajavardamento Poético é o blogue das  Abóboras Mecânicas, nome de guerra, das  alunas do 12ºE da Escola Secundária do Padrão de Légua,  Ana Cardoso, Ana Teles, Bruna Gonçalves, Isabel Piano e Mafalda Gomes.  Blogue que nasce   «no âmbito da disciplina de Área de Projecto as Abóboras Mecânicas fazem surgir um espaço onde todos podem javardar. Um espaço asseado porém. Um espaço onde se sublimam as palavras e os dizeres. Um espaço de voo. Convida-se toda a Comunidade Escolar a entrar. Sirvam-se da nossa língua sirvam-se do que vos grita o íntimo sirvam-se deste blogue.».

Do blogue e das maravilhas que já fizeram (v.g. Padrões Poéticos & Léguas de Poemas)  voa-se para quem está por trás e descobre-se este maravilhoso O MEU AMOR É GLANDULAR, de Mafalda Gomes. O blogue vai ficar sob vigilância apertada e já está nos favoritos. Uma menina que, como a Adília, escreve coisas que não se dizem.

2 comentários:

Mafalda Gomes disse...

Muito obrigada! Essa referência à Adília encheu-me o ego!

Anônimo disse...

Já és melhor.